O artesanato e eu

Imagem 0022 - linhas costura coloridasNão adianta eu negar, o artesanato faz parte da minha vida. Eu sei bordar, fazer tricô, me arrisco no origami e nas kusudamas, já pintei pano de prato, já desenhei muito, fiz biscuit, bijuteria e cesta de jornal, dou uns pitacos na découpage e até na pátina. Só nunca tive paciência pra crochê nem pra fazer velas, hahaha!

Isso faz de mim uma mocinha prendada, tá vendo só? Hahaha!

E hoje, também não tenho mais paciência pra mais um tanto de coisa, não vejo mais graça em fazer biscuit como via antes. O chato do artesanato é que as pessoas não dão valor, querem pagar pouco, não enxergam a dedicação e todo o trabalho, sem contar no dom da pessoa, tem gente que não consegue fazer uma bolinha de massinha ou riscar uma reta com uma régua. Tem peças que demoram meses para serem feitas, e a grande maioria não dá valor.

Estou planejando voltar a bordar ponto cruz, tem uns quadros na casa da tia Sa. que eu quero muito fazer, não sei direito a história deles, só sei que são antigos, que vieram da Europa, os gráficos são de uma revista alemã e que a minha avó materna era doida por eles.

Comentei com a minha mãe e ela me deu total apoio, mas disse que eu tenho que esperar ela entrar de férias para procurar os badulaques .

Queria ter fotos do que eu já fiz até hoje, das minhas maquetes de castelo, das ponteiras de lápis de biscuit, dos cachecóis nunca terminados, das cestas de jornais nunca envernizadas. São lembranças que já estão fracas na minha memória, daqui uns anos talvez não me lembre de mais nada. E também tem o fato de que não gosto de pegar fotos do Google para ilustrar os meus textos, raramente vou fazer isso, quando não tem jeito mesmo, sabe?

Estou cheia de planos para 2014, cheia de esperanças. Não quero mais entrar em depressão e estou propondo para mim mesma o ponto cruz como uma das formas de canalizar essa angústia tão forte que eu sinto (pra quando o blog não estiver mais dando conta).

Quero voltar também a fazer tricô, encapar cadernos e caixas com tecido, e estou doida, mas doida mesmo para reformar a estante e a escrivaninha do quarto. Lembra que no post Mudanças e mudanças eu estava com medo de ter que mudar no final do ano? É que em Novembro o contrato de 30 meses do aluguel termina, realmente estava apavorada, mas conversei com o W. sobre isso, e ele disse para ficar tranquila, que é quase certo de que ele consiga renovar o contrato.

Isso me animou muito, quero pintar o quarto e a sala, comprar um sofá, o gabinete da pia, o box da cama. Quero uma casinha mais aconchegante, e o artesanato e os projetinhos DIY vão me ajudar muito nessa empreitada. E aí vou contando tudo, conforme for acontecendo, para vocês tá bom? Vocês me acompanham e me ajudam? Preciso de amigas pra conseguir isso, eu preciso de vocês! =)

Anúncios