Vai se chamar Tequila

Imagem 0010 - lhasa apso lailaEssa gracinha da foto é a Laila, cachorrinha da minha mãe. Desde Agosto eu ando querendo uma filhotinha de Lhasa Apso. Sinto-me muito sozinha no período da tarde, depois que eu volto da faculdade, e no começo da noite, antes do W voltar do trabalho. Cãezinhos nos completam de uma forma única.

Quero uma cachorrinha pra me fazer companhia, pra ficar no meu colo enquanto eu estudo e estou no notebook, e deitadinha do lado da minha cama enquanto eu pego no sono. Sem contar na responsabilidade de ter que sair todo dia pra passear com ela. Tenho certeza que minhas crises de depressão diminuiriam e muito. Mas não é só isso.

Tomar a decisão de ter um bichinho é algo importante e que necessita de planejamento. Tem que ter um local calmo para ele, disposição para cuidar e dar atenção para o bichinho, passeios diários, vacinas… não existe cachorro perfeito, que não faça barulho, que não destrua objetos pela casa, que não solte pelos, não existe filhotinho que vá passar o dia todo sozinho e trancado. Não existe cachorro sem personalidade e nem cachorro mudo. Se for assim, melhor comprar um de pelúcia e sem pilhas!

Não sou muito fã de cachorro em cima da cama ou em cima do sofá. Não é nojo, não tenho nojo nenhum desses bichinhos. É uma questão de higiene e educação, eles têm que saber quem manda na casa, e não, não são eles. Também não sou fã de pelos em roupas e pela casa, por isso prefiro as raças de pelo longo, pois ao contrário do que se pensa, soltam bem menos pelos e é bem mais fácil de limpar do que as raças com pelos curtos.

Mas voltando a questão principal, a da companhia, conviver com um cãozinho não é a mesma coisa que conversar com outro humano. As pessoas podem ser cruéis com certos comentários, mas os cachorrinhos só te olham e transmitem amor e companhia. Parece que só eles entendem o que você está sentindo, mesmo sem dizer nada eles dizem tudo.

Estou trocando a companhia de um humano pela companhia agradável de um cão. Nada pior para conviver o dia a dia tendo ao lado uma pessoa que nos deixa ainda mais solitários e irritados. E pode acontecer qualquer coisa, o bichinho sempre vai abanar o rabinho, feliz por te ver e sempre querendo um agrado. Incondicionalmente, vai estar lá, te amando.

Sem se perceber os animais vão nos ensinar a amar. Eles nos ensinam a priorizar o outro ser e a demonstrar carinho. É preciso enxergar além das orelhinhas caídas e do focinho molhado. Pessoas que dizem que não gostam de cães não são dignas de confiança, não mesmo.

Anúncios

18 pensamentos sobre “Vai se chamar Tequila

  1. Que fofa a cachorrinha, com lacinho! hauahau…
    Geralmente, os animais de pelo longo soltam menos pelo, mesmo. Minha gata é de pelo longo e nunca foi de soltar pelo. Porém, agora que está velhinha, começou a soltar. Também tem algumas doenças de pele que fazem os animais soltarem pelo, independente da raça. Então, se “pelo pela casa” é algo que te incomoda demais, acho melhor pensar nesses “imprevistos”. Desculpa se eu estiver sendo muito intrometida, mas são coisas que as pessoas geralmente não contam, mas que podem acontecer.
    (muita palavra “pelo” para um comentário só. hauhau)

    Uma Questão de Estilo

    • De jeito nenhum que você está sendo intrometida, pelo contrário, isso me dá a chance de explicar qualquer mal entendido. ^^

      Esta cachorrinha da foto é uma das duas que a minha mãe tem. A outra, tem epilepsia. Vejo a minha mãe dar os remedinhos dela todo dia, religiosamente e, quando a cachorrinha tem ataques, até massagem do meu pai ela ganha! E ela realmente passou a soltar pelos… e aí entra a questão de higiene, minha mãe mantém tudo limpo (e ela não é nenhuma neurótica da limpeza, hahaha), às vezes nem parece que tem cachorros em casa!

      Agora, por exemplo, ontem fui na casa de uma amiga do meu namorado… ela tem um Husk, é um cachorro que eu já tive, e que necessita de escovação diária, ainda mais na troca dos pelos. Deu dó do bichinho, todo emaranhado e fedidinho. E enquanto isso ela jogando vídeo game. Poxa, qualquer bichinho merece no mínimo 30 minutos de cuidados diários.

      Também acho que é uma decisão séria e todos os imprevistos devem ser avaliados. ^^ Consegui explicar melhor?

      Obrigada pela atenção e pelo carinho! ^^

  2. Então deixa contar uma coisa. Lá no meu trabalho (sou secretária) apareceu uma cachorrinha, não entendo nada de raça mas ela seria segundo a dona de um pet shop “filhotona adulta” ok como não sei mesmo aceitei assim.. rs Não sei porque cargas d’àgua chamei ela (cachorrinha) de Grazi, tadinha atende… rsss. Bem, passei cuidar dela, a pobrezinha estava cheia, cheia mesmo, de chegar formar feridas de tanta sarna. O povo olhava e tinha dó mas fazer alguma coisa nada!!. Lá vai a defensora dos animais da rua, eu, comprar ração, dar àgua todos os dias pra Grazi e gente… pedi tanto pra Deus me ajudar e providenciar uma forma de tratar ela que veio uma mulher e viu, na mesma hora ligou pro veterinário e vieram aplicar injeção pras sarnas dela.!! GANHEI AQUELE DIA! (desculpa Cassie já tá virando post…kk) Então vamos resumir, ontem ganhei mais ração e um shampoo pra “tentar” dar banho nela) e a mulher vai levá-la pra castrar. Grazi merece ser mais linda do que ela já é!! Por isso é importantíssimo saber e ter responsabilidade ao ter um animalzinho, né não?!

    • Que relato lindo, Maah! Eu aqui ainda estou aguardando o meu bichinho, minha mãe vai colocar a Laila para cruzar no próximo cio, talvez antes do meu aniversário (Novembro) eu já tenha a minha. Cuida dela, esses bichinhos merecem todo o nosso amor. Amei saber!
      Beijos!

O que achou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s